Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



“Esperar pelo melhor, estar preparado para o pior”

Sexta-feira, 16.11.12

Foi esta a mensagem final de um dos oradores no workshop “Drought in a Changing Climate – An Overview” que decorreu hoje no auditório do Instituto Português do Mar e da Atmosfera. Portugal.

Portugal está entre os países da Europa com maior risco de seca durante o próximo século. Está a decorrer um projeto europeu (http://www.eu-drought.org/) com 12 parceiros/países para aprofundar os conhecimentos nesta área.

As previsões de seca são as piores para Portugal e por isso são necessárias políticas para reduzir a vulnerabilidade. Neste momento 28% do território está em seca, enquanto 21% está em boas condições. O número e a intensidade das secas tende a aumentar, durante o seculo XXI, especialmente nos cenários com maior aumento dos gases de efeito de estufa.

Todos as análises mostram que a precipitação em Portugal tem tendência para diminuir em particular no mês de Março. Em 2011/2012 a precipitação média foi muito abaixo da média 1970/2000. A gestão da água tem outros desafios para além das alterações climáticas como o crescimento económico ou as mudanças socio-económicas.

Portugal tem das maiores variações do índice de produtibilidade hidroelétrica da Europa, o que coloca desafios à produção de energia elétrica com necessidade de um sistema de apoio por outra fonte de energia. Este ano Portugal já perdeu 250 milhões de euros pela importação de combustíveis fósseis e de eletricidade devido à seca do início do ano.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Quercus às 18:55





calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

subscrever feeds